Telefones:
(11) 2737-9059
(11) 9 - 4988-8888 Vivo / (11) 9 - 9179-7171 Claro

Dicas


Escolha do pneu certo - Saiba tudo sobre pneus.
Para a escolha correta da dimensão e do tipo de pneu, consulte o Manual do Proprietário de seu veículo ou a nossa Rede de Revendas. Nela, você será orientado quanto ao produto mais adequado ao seu veículo: dimensão, desenho, índices de carga, velocidade etc.

Como ler seu pneu

Você sabe o que significam todos os números e códigos no seu pneu? Aprenda os significados e dirija com mais segurança!

1° passo:

Reconhecer a marca de seu pneu

2° passo:

Reconhecer o nível de desgaste do pneu através da altura de 1,6 mm (limite legal de profundidade da escultura do pneu) que se localiza à direita das letras de TWI, no ombro.

3° passo:

Como ler seu pneu Exemplo 1: Pneu de passeio 165\65 R14

165 largura do pneu em milímetros
65 relação da altura do flanco com a altura do pneu
R indica que estrutura do pneu é radial
14 diâmetro interno do pneu em polegadas

Exemplo 2: Pneus de caminhonete 31x10.5 R15

31 diâmetro máximo do pneu em polegadas
10.5 largura máxima do pneu em polegadas
R indica que a estrutura do pneu é radial
15 diâmetro interno do pneu em polegadas

4° passo:

79 Índice de carga – É um código formado por um número onde se pode conhecer, através de uma tabela específica (abaixo), a capacidade de carga do pneu. A carga máxima a que o pneu pode ser submetido está relacionada com a pressão e a velocidade máxima determinada para este pneu.

T Código de Performance – É o índice de velocidade máxima que o pneu pode alcançar. Este índice deve ser sempre respeitado, mesmo na posição do pneu original. Em caso de transformações devemos fazê-lo com índices iguais ou superiores ao original do veículo. Está associado ao índice de carga.

Veja abaixo a tabela com índices de carga e códigos de performance:


5° passo:

Reconhecer o modelo do pneu

6° passo

Reconhecer o tipo de modelo do seu pneu:

TL – Montagem Tubeless, unicamente sem câmara
TT – Montagem Tube Type, unicamente com câmara
A montagem de pneus de dimensões e tipos não recomendados pelo fabricante do veículo poderá alterar suas características originais de comportamento. Nunca monte um pneu com índice de carga e velocidade inferiores ao recomendado pelo fabricante do veículo.

Montagem e desmontagem

Devem ser efetuadas preferencialmente por profissionais capacitados de nossa Rede de Revendas com ferramentas e processos adequados, além de máquinas adaptadas.

As rodas devem ser adequadas à dimensão do pneu e estar em prefeitas condições

Pneus novos "TT"(com câmara) deverão ser montados com câmaras novas.

Pneus novos "TL" (sem câmara) deverão ser montados com válvulas novas.

Em um mesmo eixo, empregar pneus com a mesma dimensão, modelo, índice de carga e velocidade.

Alguns pneus apresentam sentido de rodagem, conforme indicado na lateral do pneu. Não observar este aspecto comprometerá o desempenho do produto.

Pressões

Seguir a recomendação do fabricante do veículo.

Corrigi-las sempre com os pneus frios, isto é, antes de iniciar a rodagem.

Freqüência de correção mínima: duas vezes ao mês, com manômetros aferidos.

OBS: Nunca retire ar dos pneus quentes, isto é, durante ou logo após a rodagem. Verifique sempre se há fugas lentas de ar pela base ou núcleo da válvula. Coloque sempre tampas nas válvulas.

Indicadores de desgaste

De acordo com as normas técnicas e de trânsito em vigor, é proibida a circulação de veículos equipados com pneus cuja profundidade dos sulcos da escultura seja inferior a 1,6 mm em qualquer ponto da banda de rodagem.

Para esta observação procurar as letras TWI no ombro do pneu.

Balanceamento

Definição: é o processo de equilibragem estática e dinâmica do conjunto pneu/roda.

Deve ser efetuado:

Sempre que houver substituição de pneus.

Sempre que for efetuado conserto em pneus ou câmaras.

Por ocasião de vibrações ou ressonâncias.

Sempre que houver substituição de elementos do conjunto rodante. Por exemplo: pastilhas de freios, rolamento da roda, peças da suspensão, etc.

Alinhamento

Definição: chamamos de alinhamento, a regulagem dos ângulos da direção do veículo conforme as especificações do fabricante. Basicamente são 4 ângulos a serem verificados: convergência/divergência, camber e caster.

Deve ser efetuado:

Em todas as revisões periódicas estipuladas pelo fabricante do veículo, ou pelo menos, a cada 7.000 km.

Sempre após um impacto forte contra buracos, pedras, guias ou outros objetos.

Sempre que houver a substituição de algum elemento da suspensão ou da direção.

Toda vez que se notar algum comportamento estranho no veículo, tendendo a ir mais para um lado ou com dificuldade de se manter na trajetória.

Quando forem verificados desgastes irregulares nos pneus.

Na colocação de pneus novos.

Durante a rodagem, evite...

Conduções arriscadas e arrancadas bruscas.

Impactos em meio-fio e obstáculos na pista.

Cargas e velocidades superiores às indicadas no pneu (ver tabela de índice e carga e velocidade).


Tabela de índice de carga (Kg)



Código de Performance do Pneu


fonte: www.pneusbfgoodrich.com.br





Dicas anteriores - Ver todas

30/10/2009 22:07:37
Tire dúvidas sobre os cuidados com o banco de couro do seu carro

28/09/2008 19:22:09
Falta de combustível

28/09/2008 19:28:49
Neblina, atenção!

21/08/2008 23:39:03
Bancos de couro - saiba como cuidar do banco de couro do seu carro

04/08/2008 18:00:03
Tampas - Também necessitam de manutenção.